sexta-feira, 13 de julho de 2012

Na próxima gravidez quero flores...

ô gente.... não costumo me lamentar e nem ficar reclamando dessa minha situação mãe solteira.

Mas hoje ao ver o facebook de uma amiga da faculdade fiquei meio triste... não foi bem na hora q vi, foi enquanto eu estava na rua pensando no que poderia escrever aqui sobre o sentimento que passou por mim.

Vim depois do almoço pensando... se eu tiver uma outra gravidez, quero ganhar flores e não um pedido de exame de DNA.

Na época que passei por esse "trauma" foi difícil por um lado, mas por outro me achei bem madura e tranquila ao conversar numa boa com o pai da Sophia e levei tudo na naturalidade.

Mas hoje cheguei a chorar pensando na humilhação que passei, apesar dela já ter passado a 2 anos atrás.

Olhando, um pouco de fora, a minha história chega a ser cômica se não fosse trágica, aliás me coloco no lugar de outras mães e de trágica não tem nada. No decorrer as coisas foram dando certo. Deus é pai.

Sophia ganha pouco de pensão mas tem avós que dão de tudo. Eu consegui um emprego melhor e estou conseguindo comprar a melhor fralda, pagar a melhor escolinha perto de casa... Não posso reclamar.

Mas que é duro é... ver famílias felizes na configuração padrão... papai, mamãe, filhinho...e eu aqui sozinha.

Não estou fazendo drama, não quero que fiquem com pena.

Só quero pedir a Deus que na próxima vez, se houver, que eu possa ter um companheiro para me suportar mas para também comemorar o milagre que é gerar um bebê.

Boas férias!!!  Do dia 14 a 28 estarei sem acesso e devo voltar a postar só depois disso.

bjos mil e bom fim de semana!

10 comentários:

Mari Hart disse...

Querida, nem sei se vc sabe, mas tb fui mãe solteira por 4 anos! Eu trabalhava para poder alimentá-la, não tinha pensão mesmo que pouca, e nem avós ocm condições financeiras para ajudar e dar o melhor.

Até encontrar o amor da minha vida, que este sim é um verdadeiro pai para minha filha!

O biológico volta e meia aparece. Ontem apareceu do nada e almoçou com ela, depois passa meses sem dar um telefonema... pensão!? NUNCA, em 12 anos! E quer saber!? Não coloco na justiça pq daí ele terá os "direitos" dele, prefiro como está e com o tempo ela está descobrindo que pai é quem cria, que não existe super herói, e que sí podemos contar com a mamãe que é pai e mãe em muitas situações.

Vc fala sobre padrão, mas o que é isso mesmo?! Tenho minha casa, meu marido, meus filhos, vivemos em pereita harmonia, mas não me encaixo neles! E pena?! Pena tenho de crianças na rua abandonadas sem amor, isso sim. Não tenha pena vc, de vc mesma, por favor! =)

Bjo grande!

Juliani disse...

Dani, entendo perfeitamente o que você sente, na maternidade eu chegava a ficar com raiva dos casais babando pelo bebe e eu sozinha.
Graças a Deus assim como vcs tenho a ajuda dos meus pais...
Beijos

Elaine Correa disse...

Oi Dani!
Pense positivo sim q na proxima vai dar certo!
e olhe a gente não fica com pena!pena é pra ter de pessoas medilcres e vc é uma super maezona!quando a gente tenta se por no lugar dos outros a gente vê as lindas atituddes q as pessoas tomam e vc pelo seu relato foi uma delas!
E Deus é justo!tem alguem sim por ai e está te esperando!acredite!
bj* e otimo fim de semana

Brenda Kayene disse...

Dani, que saudade de você!!!
Sempre gostei das suas postagens..

Não sei se posso dizer que entendo, mas posso imaginar.. não deve ser fácil mesmo.
Fique em paz, querida. O importante é tudo estar no seu devido lugar agora e as coisas difíceis que passamos só nos mostra como podemos ser fortes e enfrentar situações que nunca imaginamos que poderia acontecer.
Eu tenho certeza que na próxima gestação, será tudo melhor. Sempre é.

Beijos!

Toninha Ferreira disse...

Oi amiga,
Aguardo sua visita e peço pelo seu voto no blog, está na lateral direita. TOP 2012 é só clicar e votar. Começa hoje.
Obrigada.
Bju

Chris Ferreira disse...

Oi Dani,
Boas férias para você e que esse sentimento de tristeza passe bem rapidinho.
Imagino o que você tenha passado, mas como você mesma disse, saiu fortalecida de tudo isso.
O importante é a sua Sophia ser feliz na família dela, seja com qual formação for. Hoje em dia não tem mais a família padrão. Temos sim vários tipos de família e em todas elas o fundamental é o amor.
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Mi Gobbato disse...

As vezes é melhor assim do que ter do lado alguém que não te dá valor e muito menos a Sophia ...
como diz o ditado "Deus escreve certo por linhas tortas"

Beijos Mi Gobbato
http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

Adriana Engelmeyer Bouzan Lopes disse...

querida...com certeza vc terá um companheiro que lhe dará flores....estou aqui na torcida...pode ter certeza.....bjusss

Graziela Sales disse...

Olha amiga, tenho certeza que você ainda vai ter um esposo maravilhoso e ganhará muitas flores dele, coloque tudo nas mãos de Deus que Ele fará mais ainda do que voce imagina.
Te desejo tudo de bom.
beijos
maede4princesas.blogspot.com

Mon Maternité disse...

Ah amiga linda, você é guerreira e fez aquilo que era possível fazer e sentir naquele momento!

Hoje eu vejo como me fiz de forte no passado e me arrependo mas sei que era a única e melhor opção!

A gente aprende com o erros, sejam nossos ou dos outros que a gente acaba pagando!

Na próxima você ganhará flores porque já tem a flor mais linda do mundo, a princesa Sophia!

Beijos, Má
www.monmaternite.com